domingo, 28 de setembro de 2008

Banheiros para Deficientes


Há cerca de 2 semanas fui dar uma palestra numa grande empresa. Multinacional, líder no setor em que atua, está instalada num conjunto de cinco prédios na grande São Paulo. Tudo muito bonito e, aparentemente, moderno.


Dirigi-me ao 2º andar do prédio principal, onde fica o auditório. Havia uma rampa que dava acesso à parte de trás das poltronas, e, depois, outra rampa para descer até a frente do palco. Não havia, contudo, rampa para se subir no palco.


Até ai, tudo bem. Dei a palestra do piso, em frente ao palco, e todos puderam me ver e ouvir.


O problema ocorreu após a apresentação, quando quis ir ao toalete. Havia uma placa indicando um banheiro acessível para deficientes, mas que na verdade não era - um banheiro com degrau na porta, por mais barras de apoio que possua, não é um banheiro acessível, principalmente para quem está numa cadeira de rodas.


Constrangidos, meus anfitriões recomendaram que eu pegasse o elevador até o 1º andar, onde com certeza encontraria um banheiro acessível. De fato, encontrei. Porém, trancado!


Faço aqui breves parênteses para dizer que essa situação não é incomum. Já me deparei com banheiros para portadores de deficiência que ficam trancados em restaurantes, bares, casas noturnas, etc. Ai é um corre-corre danado atrás do gerente, bombeiro ou segurança que está com a chave, enquanto você se segura - nessas horas, o fulano nunca está por perto.


Mas, voltemos a nossa história. Àquela altura, claro, eu já estava apertado. Comecei a ficar ansioso e desisti de ficar esperando que encontrassem o bombeiro com a chave. Dirigi-me então a outro bloco, onde finalmente encontrei um banheiro acessível de verdade e disponível para uso. A tempo - ainda bem - de evitar um vexame.


Mas porque essa idéia estúpida de trancar os banheiros?! Bom, o motivo é outro problema, também comum: muita gente que não tem nenhuma deficiência, a não ser (perdoem-me a ironia) a de se achar o último biscoito do pacote, prefere usar os banheiros exclusivos de portadores de deficiência, já que são mais espaçosos, confortáveis, e privados. E, pior, estas pessoas em geral optam por usar os banheiros acessíveis quando necessitam de mais tempo, para fazerem aquilo que, possivelmente, é o que melhor sabem fazer na vida.


Enquanto isso, o portador de deficiência, que em geral só conta com um banheiro acessível, tem de esperar. E depois ainda agüentar um sorriso amarelo e uma desculpa esfarrapada. Agora, se você resolver tirar satisfação com o sujeito, ainda são capazes de dizer que você não é civilizado.


Bom, desculpem-me pelo tom deste post. É que fico realmente indignado. Para concluir: (1) banheiro acessível é apenas aquele que atende a todos os critérios da NBR 9050; e (2) trancar os banheiros acessíveis, para impedir o seu uso por quem não precisa, é evitar um problema criando-se outro. Não resolve nada.


É isto.



17 comentários:

Isabel-F. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabel-F. disse...

Pelo menos posso dizer-te que aqui em Portugal esses banheiros (nós dizemos casas de banho como sabes) ... não se encontram trancados ... e hoje em dia é raro o local onde não existem ...

mas o problema que focas , aqui também existe:... são usados por outros que não têm necessidade especial nenhuma ... são realmente maiores ... mais limpos e agradáveis, é raro estarem ocupados e normalmente estão sempre super limpos ...

é triste mas se calhar não é só no Brasil e em Portugal ... será que é uma realidade mundial?

beijinhos e tem uma boa semana

João Vicente Lavieri disse...

Obrigado pelo comentário, Isabel!

É bom saber que ai em Portugal há casas de banho adaptadas em quase todos os locais.Pena que isso (outras pessoas usarem as casa de banho acessíveis) também ocorra.

Com certeza em determinados países não ocorre.

Beijos,

peciscas disse...

Confirmo o que a Isabel diz.
De facto, em geral,no nosso país, os sanitários para pessoas com necessidades especiais, estão sempre abertos e cuidados. Mas, por vezes são usados por pessoas que deles não necessitam.
Mas também já tenho visto situações em que os sanitários gerais estão a ser limpos e são os próprios funcionários que sugerem que se utilizem esses que são reservados.
Mas é também o que acontece com o parqueamento, com gente incivilizada a usar os locais destinados a pessoas com necessidades especiais. Enfim, ainda muito há a fazer para que os direitos legais de todos os cidadãos, tendo em conta a especificidade de cada um,sejam respeitados.

João Vicente Lavieri disse...

Obrigado, Antonio.

Um dia "a gente chega lá", ai em Portugal e aqui no Brasil!

Abrs,

Sonia Boni disse...

Que saga, João! E eu aqui no meu prédio quase brigando com o síndico para fazer logo a escada e a rampa porque uma irmã não tem como me visitar, senão entrando de carro pela garagem.
Hoje eu disse a ele que precisa baixar as caixinhas de correio dos moradores porque um cadeirante não tem acesso a elas. Por que não se resolve o óbvio? Que coisa difícil!
bjs

João Vicente Lavieri disse...

É verdade,Sonia. E o pior é que só estamos pedindo o que está na Lei, ou seja, que os imóveis sejam acessíveis.

bjs,

Mário disse...

Sua abordagem foi perfeita. Os portadores de limitações merecem respeito e as lei tem que ser cumpridas de verdade e não apenas para inglês ver.

João Vicente Lavieri disse...

Obrigado pelo apoio, Mario.
Valeu!
Abrs,

Jady disse...

Eu nunca "peguei" alguem usando o banheiro destinado a deficiente,sorte né ! so 1 vez mas era por um cadeirante mesmo. Mas esse negocio de nao ter banheiro adaptado é dificil,por exemplo, aqui na minha cidade acho q deve ter no maximo 1 restaurante com banheiro adaptado...

otimo post !

bjs

Fernanda Cristina disse...

Oi João,
Adorei o Post.
Já falamos sobre esse assunto, mas deixo aqui o meu registro que, realmente, isso é um fato comum na vida de pessoas deficientes físicas... Eu, como filha/ cuidador/ fisioterapeuta, fico muito constrangida quando tenho que levar alguém ao toalete especial e alguém com deficiência "moral" está usando. O pior é quando deixam vestígios que acabam deixando o local inabitável!!! afff ninguém merece!
Continue nesse caminho João, estou adorando!
Beijos e até novembro!

Isabel-F. disse...

passei à procura de post novo ...

ficam os desejos de um bom fim de semana.


bjs

João Vicente Lavieri disse...

Puxa, Jady! Só 1 restaurante com banheiro adaptado!!

Isso é muito pouco!

Obrigado pela visita,tá?!

Bjs,
Joao

João Vicente Lavieri disse...

Obrigado pelo seu depoimento, Fernanda.

"Deficiência Moral" - excelente! É isto mesmo.

Bjs,
Joao

João Vicente Lavieri disse...

É, Isabel, tive uma semana corrida no trabalho e não consegui publicar nada.

Estou com muito material (contribuições de vários amigos), mas não consegui escrever nada.

Neste fim de semana, recupero.
Bjs,

Jairo disse...

João, tô conhecendo seu blog agora, e estou achando de uma qualidade incrível. Seu trabalho é bem aliado ao meu, mas feito com um conhecimento técnico muito importante! Um grande abraço

João Vicente Lavieri disse...

Puxa, Jairo, vindo de você este elogio tem um valor enorme!

Também conheci seu blog recentemente, por meio do blog da Jady, e logo me identifiquei com suas idéias e propósitos.

Mas que isso, na verdade. Tenho adorado!

A forma descontraída e bem humorada como você aborda assuntos importantes, é o principal destaque.

Obrigado pela visita. Um grande abraço!